Tropa que vai integrar Força de Paz no Haiti encerra treinamento

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 5 de maio de 2006 as 11:43, por: cdb

A tropa de 850 militares da Marinha, Exército e Aeronáutica que vai integrar o 5º contingente de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) no Haiti participou nesta sexta sexta-feira de solenidade que encerrou as atividades de treinamento. O evento foi promovido pelo Comando Militar do Nordeste no Parque 13 de maio, no bairro de Boa Vista. A preparação do grupo, iniciada em janeiro, ficou a cargo da 10ª Brigada de Infantaria Motorizada, com sede em Recife.

Os recrutados receberam treinamento militar em quartéis e aulas de inglês, francês e creole, dialeto falado pela maioria do povo haitiano. Eles também foram preparados para desempenhar ações humanitárias e passaram por avaliações médica e psicológica no Centro de Estudos de Pessoal do Exército. Entre as tarefas que vão realizar no país caribenho estão escolta de comboios de alimentos, automóveis e autoridades, patrulhamento de ruas e controle de estradas.

Os embarques para o Hati, a serem realizados em quatro etapas, estão programados para começar no próximo dia 19. Já a passagem de comando do 4º para o 5º contingente brasileiro vai ocorrer em 6 de junho. Além de Pernambuco, que tem 450 soldados integrantes da missão, também cederam militares os estados da Bahia, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte.

O Brasil participa da missão de paz no Haiti, junto com 19 paises, desde agosto de 2004, revezando seus contingentes de seis em seis meses. A situação política no Haiti ficou crítica desde a deposição do ex-presidente Jean Bertrand Aristide, que saiu do país e se exilou na África do Sul depois de uma revolta armada. O atual presidente, René Preval, eleito em 7 de fevereiro deste ano, defende a permanência das forças de paz no país, para manutenção da ordem democrática.