Tribunal Superior da Ucrânia estuda último recurso de Yanukovich

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 14 de janeiro de 2005 as 07:04, por: cdb

O Tribunal Supremo da Ucrânia estudará, nesta sexta-feira, o último recurso dos representantes do primeiro-ministro, Viktor Yanukovich, que se nega a reconhecer a vitória de Viktor Yushchenko, presidente eleito.

– O processo será rápido, o Tribunal anunciará seu veredicto em questão de horas. –  assegurou Stepan Gabrish, representante de Yanukovich ante a Comissão Eleitoral Central (CEC).

Os 622 documentos e 249 fitas de vídeo de material são centrados na impossibilidade de vários milhões de impedidos físicos e anciãos de exercer seu direito ao voto nas eleições presidenciais de 26 de dezembro, ganhas por Yushchenko.

– Esperamos que o Tribunal declare não válidos os resultados das eleições e convoque novas eleições. – falou Taras Chornovil, chefe da equipe eleitoral de Yanukovich.

Segunda-feira acaba o prazo para que Yanukovich possa impugnar o anúncio oficial pela CEC da vitória eleitoral de Yushchenko por mais de 2 milhões de votos.

Os representantes de Yanukovich atrasaram durante várias ocasiões esta semana a interposição da apelação ante a corte suprema para frustrar a tomada de posse de Yushchenko, que estava prevista para o final desta semana.

Segundo a imprensa local, a cerimônia de posse do novo presidente da Ucrânia acontecerá antes de 20 de janeiro, ato que se desenvolverá no Parlamento e na Praça da Independência de Kiev.

Yanukovich assegurou esta semana que “nunca” reconhecerá a vitória eleitoral de Yushchenko e adiantou que recorrerá ante o Tribunal de Estrasburgo no caso de a Justiça ucraniana não aceitar seu recurso.