Tribunal de Brasília libera Jader e Tourinho da prisão preventiva

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 22 de setembro de 2002 as 14:24, por: cdb

O TRF (Tribunal Regional Federal) do DF concedeu habeas-corpus para o ex-senador Jader Barbalho (PMDB-PA) e para o ex-superintendente da Sudam (Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia) José Artur Guedes Tourinho.

Eles foram beneficiados pela legislação eleitoral, que impede a prisão de candidatos 15 dias antes das eleições, exceto em caso de flagrante. Jader disputa uma vaga como deputado federal pelo Pará, e Tourinho como deputado estadual. Segundo a lei eleitoral, os dois só poderão ser presos 48 horas depois das eleições de 6 de outubro.

Na última quarta-feira (18), a Justiça Federal do Mato Grosso decretou a prisão preventiva dos dois acusados de fraudes na extinta Sudam.

Além deles, a Justiça decretou a prisão de mais sete empresários acusados de envolvimento nas fraudes na Sudam: José Osmar Borges, Ricardo Jerônimo, Alberto Cury Júnior, Mário de Mello, Mário de Mello Júnior, Pedro de Oliveira Rodrigues e Jorge Gerônimo Gonso.

Esta é a segunda vez que Jader e Tourinho, ex-superintendente da Sudam, têm a prisão decretada pela Justiça por causa de acusações de fraude na Sudam.