Transposição do rio São Francisco custa R$ 3,4 bi a mais que o previsto

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 23 de março de 2012 as 09:02, por: cdb

(1’30” / 341 Kb) – Os custos da transposição do rio São Francisco aumentaram R$ 3,4 bilhões – ou 71% – da sua previsão inicial. Dos R$ 4,8 bilhões do orçamento original, o gasto disparou para R$ 8,2 bilhões. A estimativa é do Ministério da Integração Nacional. A obra também extrapola o prazo de inauguração, que era para 2010. Junto a isso, vários trechos do projeto foram abandonados pelas empreiteiras e contam com rachaduras e deterioração.

O aumento de preço se deve à renegociação de contratos e gastos com novas licitações. Três meses atrás, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, havia anunciando um custo extra de R$ 1,2 bilhão, o qual foi aumentado.

Serão necessários mais 45 meses para construção de aproximadamente 600 quilômetros de concreto para desviar parte do rio. Atualmente, a construção está parada nos trechos de Salgueiro (PE), Verdejante (PE) e São José das Piranhas (PB).

A obra teve início em 2007, como o projeto mais caro do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A justificativa do governo de acabar com a seca no Nordeste é condenada pelos movimentos sociais. Eles dizem que o projeto beneficia os produtores agrícolas e de camarão, e não o conjunto da população.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

23/03/12