Transpetro explica vazamento de óleo na Baia de Guanabara

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 16 de junho de 2003 as 21:20, por: cdb

A Transpetro informou nesta segunda-feira, por meio de nota oficial, que os trabalhos de recolhimento do óleo que vazou durante uma operação de descarregamento do Navio Pirajuí, na Baia de Guanabara, foram concluídos ainda nesta manhã.

A empresa, não divulgou a quantidade de óleo vazado, limitando-se a dizer que foi “um pequeno vazamento de óleo no mar”. A Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feema), no entanto, afirmou mais cedo que o vazamento foi da ordem de 800 litros.

Segundo a Transpetro, o “pequeno vazamento” foi notado na tarde deste domingo depois de encerrada uma operação de descarregamento de óleo para a Refinaria de Manguinhos. Durante a desatracação, observou-se que a bóia que sinaliza o duto submarino que leva a Manguinhos havia sido atingida, nas proximidades do Cais do Porto.

Mesmo com os trabalhos concluídos, os técnicos da Petrobras, que já está apurando o incidente, permanecem monitorando o local para combater alguma eventualidade.

A Transpetro informou, também, que tão logo foi constado o vazamento, as equipes de contingência da Petrobras e da Refinaria de Manguinhos entraram em ação e as autoridades civis e ambientais foram avisadas.

Barreiras de contenção foram lançadas ao mar e equipamentos especiais utilizados, contendo o óleo em área restrita.