Transmissão ministerial começará durante festa de Dilma no Itamaraty

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 31 de dezembro de 2010 as 08:00, por: cdb

Brasília – Após tomar posse como presidenta da República amanhã (1º), Dilma Rousseff empossará seus 37 ministros em cerimônia que acontece entre as 18h e as 18h30 no Salão Nobre do Palácio do Planalto. Entretanto, a transição ministerial só termina com as transmissões de 28 cargos, que começam ainda no dia 1º e terminam na segunda-feira (3).

A mobilização para as cerimônias varia de acordo com a importância dos ministérios, e os roteiros seguem linhas muito semelhantes: composição da mesa, leitura do decreto de nomeação, discurso de quem deixa o cargo, discurso de quem assume e cumprimentos de convidados.

O primeiro ministro a assumir é o senador Alfredo Nascimento (PR-AM), que chefiará a pasta dos Transportes, em cerimônia agendada para as 20h de amanhã. O dia e horário escolhidos chocam com a recepção que será oferecida em homenagem a Dilma Rousseff no Palácio do Itamaraty. A assessoria de Nascimento afirma que o político faz questão que seus parentes participem da cerimônia, o que não seria possível em outra data pois eles eles retornam ao estado para seus afazeres. Também afirma que o futuro ministro não espera uma cerimônia badalada porque gosta de coisas simples.

O domingo (2) terá a transmissão de cargos de mais seis ministros. Entre eles, Antônio Patriota assume o Ministério das Relações Exteriores às 14h. Uma das finalidades de agendar o evento para o fim de semana é aproveitar a presença dos chanceleres estrangeiros que prestigiarão a posse de Dilma Rousseff. Após a transmissão de cargo dos ministros, 19 autoridades internacionais participarão de encontros bilaterais com Patriota, entre elas, o ministro das Relações Exteriores da Argentina, Héctor Timerman, e Hilary Clinton, secretária de Estado dos Estados Unidos.

A segunda-feira (3) será o dia de maior movimento na transmissão de cargos ministeriais, com 20 cerimônias. Uma das mais concorridas será do novo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que ocorre às 15h no auditório do prédio. A assessoria de imprensa do órgão afirma que muitas pessoas são esperadas para a cerimônia, o que motivou a instalação de um telão na frente do ministério e de três TVs na biblioteca, para onde devem ser deslocados alguns convidados. A transmissão também deverá ser feita por TVs localizadas no hall de entrada do prédio.

Em nove ministérios não haverá transmissão de cargos, uma vez que os ocupantes serão os mesmos do governo Lula. São eles: Guido Mantega na Fazenda; Fernando Haddad, na Educação; Luis Inácio Adams na Advocacia-Geral da União; Jorge Hage na Controladoria-Geral da União; Nelson Jobim no ministério da Defesa; Orlando Silva, de Esportes; Wagner Rossi na Agricultura; e Izabella Teixeira no Meio Ambiente.

Ainda não há definição sobre o dia e horário da transmissão de cargo de Moreira Franco, que assume a Secretaria de Assuntos Estratégicos no lugar de Samuel Pinheiro Guimarães.

* Colaborou Renata Giraldi

Edição: Talita Cavalcante

Leia também:

Três governadores tomarão posse na virada do ano Brasília tem movimento atípico na virada do ano em função da posse de Dilma Rousseff Mau tempo pode fazer Dilma desfilar em carro fechado, mas esquema da posse está mantido