Trabalhadores sem terra ocupam sede do Incra em Recife

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 2 de fevereiro de 2005 as 16:18, por: cdb

Cerca de 150 famílias de trabalhadores rurais sem terra de seis municípios da Zona da Mata de Pernambuco, ligadas ao Movimento Terra, Trabalho e Liberdade (MTL) ocuparam nesta quarta-feira a sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra).

Os agricultores reivindicam assistência técnica nos assentamentos e cumprimento das metas de reforma agrária. De acordo com o líder do movimento, Renato Carvalho, do total de 6.600 famílias que deveriam ter sido assentadas no ano passado, apenas 756 receberam terras. Criado em 2002, o Movimento Terra, Trabalho e Liberdade tem 3.700 famílias acampadas e 2.500 assentadas.

Os trabalhadores só serão atendidos à noite, já que a superintendente do Incra, Maria de Oliveira, está coordenando, durante todo o dia de hoje, encontro que vai definir a aplicação de R$ 21 milhões do programa de assistência técnica, nos próximos dois anos, nos assentamentos de reforma agrária do Estado.