Trabalhadores domésticos perdem ação contra novela

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 22 de setembro de 2003 as 19:47, por: cdb

A juíza Hert Helena Palermo, da 4.ª Vara Cível do Fórum de Santo Amaro, indeferiu nesta segunda-feira ação proposta pelo Sindicato dos Trabalhadores Domésticos de Jundiaí e região contra a Rede Globo de Televisão.

O sindicato queria impedir a exibição de cenas, na novela das oito, em que a personagem Zilda, empregada doméstica, mantém relações sexuais com “Carlinhos”, filho de seu patrão. O sindicato alegava que esse fato “atenta contra direitos da personalidade dos empregados domésticos em geral”.

A juíza indeferiu o pedido e arquivou o processo, assinalando que “a novela é uma obra de ficção e não há como se confundir ficção com realidade”. A juíza disse que uma obra de ficção em que se representa um personagem não pode denegrir o direito de imagem de toda uma categoria profissional. Assim, “não há lesão ou ameaça de lesão aos direitos da personalidade dos empregados domésticos”.