Trabalhadoras promovem ato no Senado em defesa da igualdade

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 25 de março de 2012 as 06:30, por: cdb

Os Projetos de Lei que tratam da igualdade de gênero no mundo do trabalho, que encontram-se parados no Congresso Nacional, serão tema da manifestação marcada para o próximo dia 29 de março pelo Fórum Nacional das Mulheres Trabalhadoras das Centrais Sindicais. O evento vai acontecer no auditório Petrônio Portela, no Senado, em Brasília, e vai pressionar o parlamento a aprovar os projetos. 
Os dois projetos citados pela entidade são de autoria da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA)e do senador Inácio Arruda (PCdoB-CE). Ambos, em sua essência, visam garantir às mulheres as mesmas oportunidades, no mercado de trabalho e na sociedade e estabelecem punições aqueles que discriminarem qualquer mulher em função da questão de gênero, raça, orientação sexual ou classe social.

“O machismo e a falta de oportunidades nos sindicatos são batalhas que temos que vencer cotidianamente. Precisamos inserir a pauta das mulheres na discussão política. Precisamos marcar presença e estarmos alertas para ocuparmos os espaços. Porque só com muita divulgação e mobilização conseguiremos a aprovação dos projetos, que encontra resistência em diversas bancadas no Congresso Nacional”, revelou Raimunda Gomes, a Doquinha, secretária da Mulher Trabalhadora da CTB.

Encontro nacional

No dia seguinte à atividade, as dirigentes cetebistas participam do 1º Encontro Nacional da Mulher Trabalhadora da CTB. Voltado para secretárias das mulheres das seções estaduais e dirigentes de entidades filiadas, o encontro pretende reunir participantes dos 26 estados e Distrito Federal, para debater eixos de lutas e estratégias que girem em torno do “Desenvolvimento, Autonomia e Igualdade”.

Ao longo dos debates as sindicalistas farão uma análise de conjuntura e um balanço geral da atual situação econômica do país que vem atingindo diretamente a classe trabalhadora. As dirigentes da CTB vão traçar a plataforma de lutas até o final da gestão. AS discussões incluem ainda temas como a campanha da valorização do trabalho, autonomia política que valorizem as mulheres no trabalho, a urgência na aprovação dos projetos de lei da igualdade e articulação das proibições de abusos contra as mulheres estarão em pauta.

“Esse encontro inédito organizado pela CTB com a presença de todos os estados será um momento importante de articulação e aprofundamento das bandeiras de luta da central. O dialogo direto com os estados pretende unificar ainda mais as lideranças do movimento sindical da cidade e do campo”, destacou Doquinha.

Fonte: Mundo Sindical

 

..