Torcedor que caiu no fosso da geral no Maracanã é atendido rapidamente

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sábado, 14 de junho de 2003 as 21:36, por: cdb

Mais uma vez, o Estatuto do Torcedor passou no teste no Maracanã. Neste sábado, na partida entre Fluminense e Goiás, especialmente, aprovou em um quesito difícil de ser resolvido: o atendimento médico.

Na geral, o torcedor Roberto Márcio da Silva, de 26 anos, ao tentar alcançar uma camisa atirada por um jogador, tropeçou e caiu no fosso. Rapidamente, uma das ambulâncias disponíveis para a partida entrou em ação e o atendeu.

– A polícia logo me avistou e chamou a ambulância, que me atendeu rapidamente – disse.

Internado no Hospital Santa Terezinha, o torcedor fraturou o fêmur da perna direita e deverá se submeter a uma cirurgia nesta segunda. A disponibilização de ambulâncias está prevista no artigo 16, inciso IV do Estatuto do Torcedor.

O Maracanã falhou, e continuou falhando, em apenas um aspecto: o estádio ainda não colocou à disposição um número suficiente de orientadores na parte externa do estádio, conforme diz o artigo 14 inciso III do Estatuto.