TGV quer que esforço de funcionários vire moeda de capitalização da Varig

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 25 de abril de 2006 as 12:45, por: cdb

Envolver os trabalhadores na recuperação da Varig com o uso de seus créditos poupança previdenciária e parte dos salários é a proposta apresentada pelo coordenador do Trabalhadores do Grupo Varig (TGV), Márcio Marsillac.
 
– Queremos ver esse esforço dos trabalhadores virar moeda de capitalização na empresa.
 
Marsillac participa de audiência pública de quatro comissões do Senado, para debater a crise da empresa de aviação.
 
Ele propõe redução de 30% no salário dos funcionários que permanecerem na Varig até dezembro e cerca de 2,9 mil demissões. Sobre o emprego dos recursos da previdência privada – Fundo Aeros – Marsillac acredita que seria possível resgatar metade das aeronaves paradas.
 
– Com US$ 100 milhões poderíamos resgatar dez das 20 aeronaves que estão paradas. Isso cria um círculo virtuoso de aumento de faturamento e receita líquida para a empresa – afirmou.