Terroristas são condenados à morte no Marrocos

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 25 de setembro de 2003 as 23:23, por: cdb

Um tribunal de Rabat, no Marrocos, condenou à morte na noite desta quinta dois marroquinos acusados de atos terroristas e roubo de armas.

Abdeluahab Rabii e Hamid Slimani, acusados do assassinato de um funcionário público em Nador, foram condenados pela nova lei antiterrorista, aprovada após os atentados suicidas de 16 de maio passado, que mataram 45 pessoas em Casablanca.

Os dois réus, além de outros 14 envolvidos no mesmo caso, eram acusados de formação de quadrilha para preparar e cometer atos terroristas e por atentar contra a ordem pública e a segurança do Estado com o recurso da força.