Tenda do CAT na região da Luz atende mais de 130 pessoas no primeiro dia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 26 de janeiro de 2012 as 13:28, por: cdb

Tenda do CAT na região da Luz atende mais de 130 pessoas no primeiro dia

O CAT Itinerante: Tenda do Trabalhador, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho, que começou a atender a população da região da Luz nesta terça-feira (24/1), recebeu 132 pessoas no seu primeiro dia de funcionamento. A maioria das pessoas buscava informações com relação à emissão de documentos básicos.

O CAT Itinerante: Tenda do Trabalhador da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho (Semdet), que começou a atender a população da região da Luz nesta terça-feira (24/1), recebeu 132 pessoas sendo que a maioria buscava informações com relação à emissão de documentos básicos. Boa parte, que tinha a documentação necessária para o atendimento (RG, CPF e Carteira de Trabalho), foi encaminhada à intermediação de mão de obra e à assistência social.

 

“A região da Luz é uma área nobre, mas que ficou muitos anos marginalizada, então os moradores ainda precisam sentir confiança no trabalho que oferecemos aqui, para se aproximarem e perceberem que viemos para resgatá-los do abandono”, declarou o secretário de Desenvolvimento Econômico e do Trabalho durante visita ao espaço que funcionará diariamente, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, pelas próximas semanas. “Depois que a tenda da Secretaria Municipal de Assistência Social (Smads) estiver funcionando, traremos para este espaço toda a estrutura completa da Tenda do Trabalhador, com salas de informática, Pacet etc.”, revelou o secretário.

 

O governador do Estado, Geraldo Alckmin, também visitou o local e conheceu as estruturas da Tenda do Trabalhador e os serviços que são oferecidos como intermediação de mão de obra, emissão de Carteira de Trabalho, seguro-desemprego, além de cursos das oficinas de Orientação para o Trabalho.

 

Em uma estrutura de mais de 200m², cerca de 20 profissionais do CAT devidamente treinados, permanecerão à Rua Dino Bueno, altura do nº 121, durante as próximas semanas atendendo os cidadãos que deverão estar munidos de CPF, RG e, caso possua, Carteira de Trabalho e número do PIS. Caso o trabalhador não possua PIS, o número deste documento será gerado no primeiro atendimento.

 

A auxiliar de limpeza Andréa Silva dos Santos, 35 anos, esteve no CAT Nova Luz e ficou feliz com o que encontrou. “Tenho cinco filhos e uma neta e precisava muito de um emprego. Minha amiga me trouxe aqui e agora estou saindo com uma esperança nas mãos: uma carta de encaminhamento”, comemorava.

 

Assim como Andréa, o morador da região, Alberto do Carmo Chetoni, 60 anos, procurou a assistência social para buscar encaminhamento a uma seleção e conseguiu para um processo seletivo que acontecerá na próxima terça-feira. “Saí do sistema prisional há pouco tempo e busco uma oportunidade no mercado. Espero que dê tudo certo”, torcia o ex-impressor, que agora concorrerá a uma vaga de conferente de carga.