Técnicos brasileiros e da Unasul discutem detalhes de projeto para integração de rede digital

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 31 de agosto de 2011 as 10:49, por: cdb

Carolina Gonçalves
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Técnicos do governo brasileiro e da União de Nações Sul-Americanas (Unasul), que reúne 12 países, discutem hoje (31) no Rio de Janeiro os últimos detalhes do projeto para integrar o continente num sistema de banda larga por meio de rede de fibra óptica. A reunião é fechada à imprensa.

A proposta que partiu das autoridades brasileiras pode significar um barateamento do serviço para o consumidor. Segundo o Ministério das Comunicações, um dos fatores que encarecem a banda larga hoje é a distância percorrida no tráfego de dados. Para se ter um exemplo, na situação atual, as informações enviadas por uma pessoa que está no Peru para uma empresa brasileira passam pelas redes que atravessam o oceano Pacífico, chegam aos Estados Unidos, percorrem os cabos do Atlântico para, só então, chegarem ao Brasil.

Esse percurso seria reduzido com a implantação de um anel continental de redes de fibra óptica, que passaria por todos os países da América do Sul, conectando as redes que já existem em cada um dos países-membros da Unasul. E para garantir que nenhuma empresa, de qualquer dos países, perca nessa comunicação será criada uma estrutura de estações para que mais de uma rede de um mesmo país possa unir sua estrutura à de outra nação, ao mesmo tempo.

As reuniões técnicas que vêm ocorrendo quase mensalmente vão resultar em uma espécie de cronograma, um plano de ações, e na definição de uma carteira de projetos prioritários. A conclusão dos debates vai ser apresentada em Brasília, no final de novembro, aos ministros de comunicações ou áreas semelhantes de todas os países que integram a Unasul.

Edição: Talita Cavalcante