Técnico do Milan diz que parar Ronaldinho é impossível

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 24 de abril de 2006 as 11:23, por: cdb

O técnico do Milan, Carlo Ancelotti, considera “impossível” parar o meia-atacante Ronaldinho, mas se mostra confiante em uma vitória de sua equipe diante do Barcelona, nesta quarta-feira, pela semifinal da Copoa dos Campeões.

– Parar Ronaldinho é impossível, mas ele pode ser limitado com uma marcação apertada. É verdade que, tendo espaço, ele coloca a bola onde quiser, como fez em Milão. Mas esse não é o nosso principal problema, ainda temos que ir jogar em um campo difícil e conseguir impor nosso jogo – disse Ancelotti.

Para o treinador, cuja equipe tem que reverter no Camp Nou o placar de 1 a 0 do jogo de ida, “preparar este tipo de partida não é difícil”.

– Precisamos manter a serenidade e a convicção, pois a concentração e a motivação estão a mil.

Segundo Ancelotti, o Barcelona “usou em Milão uma atitude defensiva”. “Acho que fará o mesmo em casa, embora seja uma equipe inclinada ao ataque. Mas meu amigo Frank (Rijkaard, técnico da equipe catalã) aprendeu muito conosco…”, acrescentou ele em entrevista a uma rádio italiana.

Contra o Barcelona, o Milan ainda não sabe se poderá contar com o brasileiro Kaká, os italianos Nesta e Ambrosini, e o ucraniano Andriy Shevchenko. Todos eles se machucaram no sábado, na partida contra o Messina, pelo Campeonato Italiano.

– Nesta deve realizar outros exames, Kaká sofreu uma entrada forte (no joelho direito) e está com um hematoma. Devemos esperar. Todos correm o risco de não jogar, pois hoje não poderão treinar e nós precisamos que nossos jogadores estejam 100%. No entanto, serão todos convocados, pois precisamos do apoio de todos – ressaltou o treinador.

Apesar de tudo, Ancelotti não desiste da classificação para a final. “Nós acreditamos nisso, temos chances. Na ida, nós jogamos durante uma hora e, no fundo, esse resultado nos dá mais liberdade”, opinou.

–  O Barcelona é uma equipe jovem, que enfrenta sua primeira experiência internacional importante e tem um grande entusiasmo. É um conjunto técnico, com grandes campeões. O Milan, por outro lado, tem maior experiência nestas partidas, somos um conjunto sólido, talvez menos espetacular. Nós dois estamos iguais.