TCU vai fazer auditoria no Ministério da Defesa e na Infraero

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 14 de novembro de 2006 as 18:43, por: cdb

O Tribunal de Contas da União (TCU) informou nesta terça-feira que vai fazer auditorias no Ministério da Defesa, no Comando da Aeronáutica, na Infraero e na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para apurar as causas da crise aérea.

A situação é complicada em todo o país. Apenas nesta véspera de feriado, 407 vôos foram prejudicados entre meia-noite e 17h, o correspondente a 34,8% dos pousos e decolagens previstos para o período.

A fiscalização começa na próxima semana e será comandada pelo ministro Marcos Vilaça. De acordo com o TCU, a auditoria também deve propor soluções para os problemas.

Os atrasos e cancelamentos de vôos começaram em 27 de outubro, quando os controladores de vôo implantaram a operação-padrão. Eles passaram a seguir à risca as normas internacionais de serviço: cada profissional começou a monitorar, no máximo, 14 aeronaves simultaneamente e, com isso, o intervalo entre os pousos e decolagens aumentou, provocando atrasos em todo o país.

O Tribunal informou à Aeronáutica que é possível contratar, em caráter de urgência, controladores sem a necessidade de licitação para solucionar os problemas com atrasos e cancelanentos de vôos. Para tanto, a contratação deve ter como prazo máximo 31 de dezembro de 2007, data prevista para conclusão do processo seletivo público destinado à contratação de cargos efetivos.