Taxista reage a assalto e morre em São Paulo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 15 de setembro de 2003 as 05:15, por: cdb

Um taxista reagiu na noite do último domingo a um assalto em casa e foi morto por dois ladrões em Embu-Guaçu, na Grande São Paulo. Um assaltante foi atingido pelo taxista.

Dois homens invadiram a casa do taxista Eraldo de Oliveira, de 67 anos, para um assalto, na Rua Santo Antônio, no Centro de Embu-Guaçu, na Grande São Paulo.
 
Percebendo a aproximação da dupla, o taxista pegou o revólver que guardava em casa e tentou impedir o roubo atirando contra os assaltantes.

Houve uma troca de tiros entre os dois homens e o taxista. Eraldo conseguiu atingir na cabeça o assaltante Samuel dos Santos, de 19 anos, mas também foi baleado. O segundo assaltante fugiu.

A Guarda Civil de Embu-Guaçu e a Polícia Militar levaram Samuel e o taxista até o Pronto Socorro Municipal. O taxista não resistiu e morreu e o assaltante foi internado.