Talebã quer ver as provas contra Laden antes de entregá-lo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 4 de outubro de 2001 as 14:38, por: cdb

O embaixador do Talebã no Paquistão, mulá Abdul Salam Zaeef, disse ao jornal Al-Khaleej, dos Emirados Árabes Unidos, nesta quinta-feira, que o movimento analisaria “com rigor” os eventuais documentos norte-americanos que ligariam Bin Laden aos ataques contra Nova York e Washington antes de julgá-lo em uma corte islâmica.

“Se eles (os EUA) nos derem tais provas, nós as analisaremos com rigor e então veremos o que fazer”, acrescentou. Os comentários de Zaeef, cuja veracidade não pôde ser confirmada, foram os primeiros indícios de que os governantes do Afeganistão não entregarão bin Laden sob nenhuma circunstância. Zaeef também afirmou ao al-Khaleej que ainda acredita em uma “solução pacífica” para o impasse entre os Estados Unidos e o Afeganistão.

O movimento admite dar abrigo a bin Laden, o homem acusado pelos EUA de ser o principal responsável pelos ataques do dia 11, mas disse por várias vezes que o entregaria caso fossem apresentadas provas convincentes da culpa dele.

Os Estados Unidos concentram uma grande força militar nas proximidades do Afeganistão, força que seria usada para caçar bin Laden. O secretário norte-americano da Defesa, Donald Rumsfeld, iniciou uma viagem pela região a fim de obter apoio para uma provável ação militar.