Taiwan decide pela volta de Iruan ao Brasil

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 14 de novembro de 2003 as 10:25, por: cdb

O menino Iruan Ergui, de 8 anos, retido em Taiwan pelos tios paternos há dois anos e oito meses, vai voltar ao Brasil. A Suprema Corte de Taiwan decidiu, na madrugada desta quarta-feira, em favor da avó materna, Rosa Leocádia Ergui, que vive no Rio Grande do Sul.

De acordo com a Rádio Gaúcha, a informação foi passada à família pelo diplomata Paulo Quito. Como a decisão foi em terceira instância, os tios paternos não podem recorrer da sentença.

A criança vivia em Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre, com a avó materna. A mãe de Iruan é a brasileira Marisa Tavares Ergui, que morreu em 1998.

Em março de 2001, o pai de Iruan, o marinheiro Teng-She-Wu, levou o filho a Taiwan para conhecer os parentes. Uma semana depois, o pai do menino faleceu. Os tios, então, decidiram ficar com a criança. As duas famílias entraram com ações pela tutela do garoto, que nasceu em Porto Alegre. A avó do garoto, Rosa Leocádia Ergui, tem a custódia do menino.