Taiuaneses doam dois milhões de dólares para menino doente

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 7 de janeiro de 2005 as 06:53, por: cdb

Os taiuaneses doaram mais de dois milhões de dólares a uma família com um menino com adrenoleucodistrofia (ALD), uma rara doença degenerativa do sistema nervoso, para que possa receber tratamento nos Estados Unidos, informou, nesta sexta-feira, a família.

Os pais de Chang Chien-hsun, de 13 anos, que há três dias fizeram um pedido para pedir ajuda, anunciaram que receberam 64 milhões de dólares taiuaneses (1,63 milhão de dólares), quantia suficiente para cobrir as despesas do transplante de medula que seu filho precisa.

– Estamos muito agradecidos pela generosidade e devolveremos à sociedade o que sobrar – disse o pai Chang Ming-hui.

Os outros dois irmãos menores de Chien-hsuen também sofrem da mesma doença e um deles já está paralisado, mas pôde expressar sua alegria pela possibilidade de cura de seu irmão mais velho.

A adrenoleucodistrofia é um transtorno hereditário ligado ao metabolismo de certas gorduras que afeta as glândulas suprarrenais, o sistema nervoso e os testículos, e afeta uma de cada 50.000 pessoas.