Suplicy elenca ações do Ministério da Saúde em prol da saúde pública 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012 as 13:19, por: cdb

Em discurso nesta segunda-feira (27), o senador Eduardo Suplicy (PT-SP) enumerou ações e programas do Ministério da Saúde em prol do fortalecimento da saúde pública. Ele disse que o tema da Campanha da Fraternidade de 2012, da Igreja Católica, Fraternidade e Saúde Pública, mostra que este ano é propício para o debate dos avanços e necessidades do setor.

Suplicy informou ter participado de seminário sobre a Campanha da Fraternidade, no qual o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, agradeceu à Igreja por colocar em evidência a questão da saúde pública e falou sobre a realidade e perspectivas do setor. No evento, disse o senador, integrantes da Conferência Nacional dos Bispas do Brasil (CNBB) apontaram áreas nas quais o país ainda precisa avançar em se tratando de atendimento público de saúde.

– O ministro Padilha observou que a responsabilidade e os desafios de consolidar o Sistema Único de Saúde são enormes; desafio que nenhum outro país com mais de cem milhões de habitantes assumiu – disse o senador.

Suplicy assinalou o fato de o Brasil ter colocado em sua Constituição que a saúde é um dever do Estado e que o Sistema Único de Saúde (SUS) tem como princípio levar saúde de forma integral e universal para toda a população.

O senador elencou alguns dos programas e ações que o Ministério da Saúde vem conduzindo nos últimos anos, como Rede Cegonha, Saúde Não Tem Preço, Farmácia Popular, Melhor Em Casa, Saúde Mais Perto de Você, Brasil Sorridente, SOS Emergências e Saúde Toda Hora, entre outros.

A Rede Cegonha, exemplificou Suplicy, conta com investimentos da ordem de R$ 9,4 bilhões para melhorar a capacitação e ampliar o atendimento da rede de assistência obstétrica, incluídos gestação, parto, pós-parto, planejamento reprodutivo e atendimento infantil até o segundo ano de vida. 

Da Redação / Agência Senado