Sunitas dizem que eleição no Iraque foi fraudulenta

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 20 de dezembro de 2005 as 10:33, por: cdb

A maior coalizão política sunita iraquiana, a Frente para o Consenso do Iraque, disse nesta terça-feira que considera fraudulentos resultados preliminares das eleições parlamentares no país, realizadas na quinta-feira passada. Um dos líderes da Frente, Tariq Al-Hashimi, disse que a votação na capital iraquiana, Bagdá, foi manipulada e que comissão eleitoral iraquiana estava “brincando com fogo”. Al-Hashimi se referiu aos resultados preliminares anunciados na segunda-feira. Os resultados indicam que a Aliança Iraquiana Unida, de partidos religiosos xiitas, teria conquistado 58% dos votos em Bagdá. O principal grupo sunita estaria em segundo lugar, com 19%.

O político sunita pediu que a comissão eleitoral faça uma recontagem na capital. Autoridades iraquianas e norte-americanas haviam dito anteriormente que o processo eleitoral, e o alto comparecimento do eleitorado sunita ao pleito, é um marco em direção à união dos iraquianos em uma democracia. Observadores internacionais disseram que as eleições atenderam, de maneira geral, aos padrões internacionais. Os resultados finais só devem sair no começo de 2006.