Substituto de Alckmin se dá mal ao explicar vestidos de dona Lu

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de abril de 2006 as 19:30, por: cdb

Generosidade
O governador de São Paulo, Cláudio Lembo, saiu-se muito mal, ao justificar a generosidade do estilista que presentou com 400 peças de roupa a mulher de Geraldo Alckmin. Na visão de Lembo, dona Lu Alckmin “apenas está mostrando como a moda brasileira é boa”. Nessa linha de raciocínio, se ela ganhasse um carro, seria porque a indústria é competente. Se ganhasse um apartamento, seria pela excelência da construção. Se ganhasse R$ 20 milhões, seria porque a moeda brasileira é forte… É o espaço contínuo para imobilizar nossa população.

Insônia
Problemas de sono afligem 70 milhões de pessoas nos EUA, segundo o Instituto Americano de Medicina. Como o sono é necessário para que o sistema nervoso funcione corretamente, a insônia pode baixar a imunidade, afetar a memória e reduzir a concentração, causando acidentes de trabalho e perda de produtividade.

Agiotagem
Mesmo com a redução da taxa Selic, os juros cobrados pelos bancos ficaram estáveis em abril. Nas instituições financeiras, a média pelo empréstimo pessoal foi de 5,4% ao mês (87,4% ao ano), enquanto a taxa média de cheque especial permaneceu inalterada em 8,2% ao mês (157,7% ao ano). Agiotagem pura.

Explicação
Está explicado por que Lula continua liderando a corrida eleitoral. Segundo o cientista político Fábio Wanderley Reis, o resultado das pesquisas Datafolha e CNT/Sensus indica que a onda de denúncias afetou a classe política como um todo. Isso significa que o respeitável público acha que todo político é pilantra.