STJD julga no Rio polêmica criada no basquete

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 23 de junho de 2004 as 10:24, por: cdb

A polêmica criada em torno da semifinal do Campeonato Nacional de basquete pode ter um pontoi final nesta quarta-feira, quando o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgar,  às 18h, o recurso do Flamengo contra o resultado desfavorável obtido em primeira instância.

Na quarta-feira da semana passada, a comissão disciplinar da entidade recusou o pedido de anulação da quarta partida da semifinal e manteve o resultado da súmula do jogo, com vitória do Universo/Ajax por 78 a 76. O triunfo do time goiano empata a série melhor-de-cinco em 2 a 2 e força a realização do quinto confronto, no Rio.

Se o STJD mantiver o veredicto da comissão disciplinar, a Confederação Brasileira de Basquete poderá marcar, enfim, o quinto jogo. Caso contrário, há duas opções: o STJD pode impugnar o quarto jogo e ordenar novo confronto, em Goiânia, ou considerar o Flamengo vencedor, hipótese menos provável, que classificaria o time carioca à decisão do Nacional.

A partida que gerou toda a discussão foi realizada dia 8 de junho, no ginásio Rio Vermelho. O Ajax vencia por 78 a 76 quando o armador do Flamengo, Marc Brown, acertou uma cesta de três pontos, no último lance do jogo. O árbitro Sérgio Pacheco considerou a jogada válida e deu a vitória ao time da Gávea, por 79 a 78.

Cerca de 20 minutos depois do encerramento da partida, o árbitro foi avisado de que o tempo já estava esgotado quando Marc Brown fez o arremesso decisivo. Pacheco, então, reviu sua decisão inicial e deu a vitória ao Ajax. No dia marcado para a realização do quinto jogo, 11 de junho, o Flamengo deu entrada no recurso ao STJD, paralisando a competição.