Stédile promete ”pressionar” com manifestação no dia 1º de maio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de abril de 2004 as 13:33, por: cdb

Os movimentos sociais prometem realizar uma série de ações antes da manifestação marcada para o dia 1º de maio. Segundo o coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), João Pedro Stédile, a promessa representa o verdadeiro sentido da ameaça de “infernizar” o país com ocupações em abril, conforme declarou recentemente em Campo Grande (MS). “De fato foi uma palavra infeliz. O sentido principal era pressionar, azucrinar”, explicou, durante audiência pública na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga questões fundiárias no país.

Sobre o “abril vermelho” que também havia citado, Stédile disse que a expressão tem o sentido de “recuperar as bandeiras vermelhas, fazendo manifestações para construir um grande 1º de maio que recoloque, no debate da sociedade, o problema do desemprego”.