SP teve noite violenta, com 11 baleados e quatro mortos em Osasco

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 25 de novembro de 2012 as 12:04, por: cdb

Camila Maciel
Repórter da Agência Brasil

São Paulo – Mais uma noite violenta na região metropolitana de São Paulo resultou em 11 pessoas baleadas em Osasco, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do estado. Todos foram socorridos, mas quatro não resistiram. O crime ocorreu por volta da 1h30 de hoje (25). Entre as vítimas, está uma criança de cinco anos.

De acordo com depoimentos colhidos por policiais militares, essas pessoas comemoravam um aniversário em um bar da Rua Fortaleza, no bairro Jardim Rochdale, quando foram atingidas por tiros disparados por quatro homens encapuzados. Eles desceram de um carro e uma moto já atirando.

Foram mortos na ação o ajudante Eliézer Francisco Nascimento, de 31 anos, a dona de casa Luciana Costa e Silva, de 25 anos, e o ajudante Carlos Herbert Nunes dos Santos, de 28 anos. Daniel Andrade do Nascimento é o nome da criança morta. A Polícia Civil recolheu no local 17 projéteis, além de cartuchos de arma calibre 12mm.

Informações de pelo menos mais dez assassinatos em São Bernardo do Campo, Diadema e na capital estão sendo apuradas pela secretaria. Os crimes também teriam característica de execução.

Na última semana, o governador do estado, Geraldo Alckmin, trocou o comando da Secretaria de Segurança Pública, passando o cargo ao ex-procurador-geral do estado Fernando Grella. A substituição do secretário Antonio Ferreira Pinto ocorreu no momento em que o estado enfrenta uma escalada da violência.

O número de casos de homicídio praticamente dobrou na capital paulista em outubro, em comparação ao mesmo mês do ano passado, segundo balanço divulgado pelo órgão em 21 de outubro.

Foram 78 crimes com mortes em outubro de 2011, contra 150 registrados no mês passado, um crescimento de 92%. Em relação ao número de vítimas, o aumento foi ainda mais expressivo (114%), com 176 pessoas assassinadas em outubro de 2012, contra 82 em 2011.

Edição: Graça Adjuto