SP faz mutirão de mamografias

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 25 de novembro de 2005 as 11:42, por: cdb

A Secretaria de Saúde de São Paulo preparou para este sábado o maior mutirão de mamografias da história.

Cento e trinta cidades, de todas as regiões do Estado, irão zerar a fila pelo procedimento em São Paulo.

Serão 284 unidades abertas nestas cidades, das 8h às 17h, para atendimento a mulheres que já têm pedido do médico para o exame. A estimativa é atender cerca de 60 mil mulheres.

Qualquer mulher poderá participar do mutirão, desde que já tenha pedido do médico, seja da rede privada ou pública, e o leve a qualquer uma das unidades participantes.

Das prestadoras de serviço do mutirão, 222 atendem pelo SUS e 62 são particulares. Todas atenderão gratuitamente no mutirão.

A paciente poderá realizar a mamografia em qualquer uma das unidades participantes do mutirão, não necessariamente na unidade onde o exame foi originalmente marcado (se já estiver marcado). Poderá ser até mesmo uma unidade de outra região.

Caso a paciente não consiga realizar a mamografia no sábado, terá o seu exame marcado pelos profissionais da unidade para os dias subseqüentes, em um período máximo de 10 dias.

É fundamental que a paciente vá à unidade de saúde para, se não realizar o exame, agendá-lo para um período mais curto.

A Secretaria disponibilizará telefones para informações à população no período do mutirão. Moradores da capital poderão telefonar para 150.

Para outras cidades da Grande São Paulo, interior e litoral, os telefones são (11) 3066-8359, 3066-8684 e 3081-2817.