Sorte ajuda Guga em Wimbledon

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 23 de junho de 2003 as 17:47, por: cdb

Gustavo Kuerten levou um susto, mas deu sorte e acabou passando para a segunda fase do Torneio de Wimbledon graças a uma contusão de seu adversário.

Jogando na quadra central do All England´s Club, Guga havia perdido o primeiro set por 6-2 e vencia o segundo por 3-2 quando o holandês John von Lottum, número 92 do mundo, foi forçado a abandonar a partida por sentir uma lesão nas costas.

– Foi bem estranho. Não esperava que ele fosse abandonar a partida. Quando ele sacou, deu para ver que era sério, por causa da maneira como ele gritou – comentou Guga, depois da partida.

Na próxima rodada, o brasileiro vai jogar contra o vencedor da partida entre o americano Todd Martin e o espanhol Fernando Vicente, que também se enfrentam nesta segunda-feira.

Guga disse também que, apesar de estar perdendo o jogo no momento em que a partida acabou, achava que estava melhorando.

– Aos poucos, eu estava entrando no jogo, ficando mais à vontade. Mas isso não quer dizer que eu fosse virar a partida – disse o tenista.

Guga disse também que acha importante jogar Wimbledon, mesmo não tendo participado das duas últimas edições, nem treinado para o torneio, disputado na grama, e não no saibro, especialidade do tenista.

– Eu me divirto jogando aqui. O meu melhor resultado foi nas quartas-de-final de 1999. Chegar até lá já é muito importante – afirmou Guga, acrescentando estar satisfeito com sua estréia.

– Eu não esperava jogar na quadra central. Foi uma boa surpresa voltar e jogar lá.

A primeira rodada tem sido positiva para os brasileiros, já que, antes, Flávio Saretta também havia vencido seu jogo de estréia. André Sá, que no ano passado ficou entre os oito melhores do torneio, estréia na terça-feira.

O australiano Lleyton Hewitt, atual campeão de Wimbledon, foi eliminado do torneio logo em sua estréia na primeira grande zebra deste ano.

O responsável pela façanha foi o desconhecido croata Ivo Karlovic, número 203 do ranking de entradas, que não tem nem foto no site de Wimbledon e jogou sua primeira partida como profissional em um torneio do Grand Slam.

– Foi uma surpresa, não só para nós que estamos aqui jogando – comentou o tenista brasileiro Gustavo Kuerten.

Com um jogo baseado no saque e voleio favorecido pela grama de Wimbledon, e que lembrou o de seu compatriota Goran Ivanisevic, campeão em 2001, Karlovic se recuperou de um começo ruim para virar a partida por 3 sets a 1 (1-6, 7-6, 6-3 e 6-4).

O gigante Karlovic (mede 2,08m) não teve medo de subir à rede à primeira oportunidade e, com 18 aces e vários smashes, conseguiu empolgar a torcida britânica, que costuma apreciar um tipo de jogo decidido sem muitas trocas de bola.