Solução pacífica é o único caminho na Síria, diz Kofi Annan

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de março de 2012 as 04:32, por: cdb

O enviado especial da ONU e da Liga Árabe para a Síria, Kofi Annan, iniciará nesta quinta-feira (1º) a busca de um acordo para a crise na Síria convencido de que uma solução pacífica rápida é o único caminho.
Ao assumir sua nova responsabilidade, o ex-secretário geral da ONU durante dois períodos seguidos (1997-2001 e 2002-2006), admitiu, sem identificar, que há pessoas para as quais o diálogo não é a via a seguir e que outros meios é que devem ser utilizados.

Contudo, ele insistiu em que “pelo bem do povo sírio, aprisionado em meio a este problema, o caminho está em uma solução pacífica, através de um diálogo rápido”.

Sobre sua nova tarefa, o ex-secretário geral da ONU precisou que para conseguir um acordo na Síria deve haver “uma só mediação e uma única voz da comunidade internacional”.

Trata-se de uma missão dura e difícil e farei todo o possível para que termine a violência e se permita o acesso da ajuda humanitária aos afetados pelo conflito na Síria, disse Annan aos jornalistas na sede da ONU em Nova York.

Annan reiterou que trabalhará por uma solução pacífica que satisfaça as aspirações do povo sírio, para o que realizará “consultas amplas com todos os atores”.

Também revelou que já manteve contatos com líderes da região e expressou seu desejo de “visitar logo a Síria” em busca da cessação da violência e de abrir o acesso à assistência humanitária às vítimas do conflito.

É preciso encontrar o caminho para estabelecer o diálogo entre todos os atores tão logo seja possível, reiterou.

Annan viajará ao Cairo para entrevistar-se com o secretário geral da Liga Árabe, Nabil El-Arabi, a outros países da região e a Damasco “quando seja possível”, segundo declarou o atual secretário geral da ONU, Ban Ki-moon.

Prensa Latina

 

..