Soldados israelenses tentam invadir Igreja da Natividade

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 17 de abril de 2002 as 07:35, por: cdb

Soldados israelenses tentaram invadir, nesta terça-feira, um dos setores da Igreja da Natividade, em Belém, na Cisjordânia, durante uma ofensiva que se estendeu por cerca de meia hora. As Forças de Defesa de Israel (IDF) confirmaram que seus soldados realizaram operações na área e que houve uma troca pesada de tiros, procedentes de várias partes.

Por sua vez, fontes da segurança palestina disseram que soldados das IDF haviam arremessado o que pareciam ser granadas de gás lacrimogêneo dentro da entrada sul da basílica. Cerca de 200 palestinos, incluindo 30 homens acusados por Israel de serem terroristas, estão retidos há duas semanas no interior da igreja, construída no local onde, segundo a Bíblia, Jesus Cristo nasceu. Ao término da ofensiva desta terça-feira, não havia qualquer mudança no impasse.

O governador de Belém, Mohammed Al-Madani, que está no interior da igreja, disse à agência Reuters, por telefone, que soldados israelenses haviam tentado invadir o local, sem sucesso. O primeiro-ministro de Israel, Ariel Sharon, revelou, na segunda-feira, ter chegado a um acordo com os Estados Unidos sobre um plano para acabar com o impasse na basílica. Nesta terça-feira, porém, um membro do governo norte-americano admitiu que o plano não estava “funcionando”.

O plano prevê que os palestinos entrincheirados na igreja entreguem as armas. Aqueles que não tiverem sido acusados de terrorismo por Israel seriam libertados; os demais, teriam a opção de serem julgados em Israel ou aceitarem o exílio perpétuo em um outro país.