Soldados dos EUA estabelecem ponte aérea entre Romênia e Golfo Pérsico

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 13 de março de 2003 as 11:34, por: cdb

Os Estados Unidos enviaram cerca de mil soldados para uma base aérea às margens do mar Negro, na Romênia, para a criação uma ponte aérea que permita o transporte de pessoal e equipamentos para a região do golfo Pérsico, onde se prepara uma guerra contra o Iraque, informou a Força Aérea nesta quinta-feira.

Os soldados estacionados na base de Kogalniceanu, perto da cidade portuária de Constanta, disseram que sua missão é intermediar o transporte de soldados, cargas, combustível e veículos da Alemanha para o Qatar.

Como outros países do Leste Europeu, gratos pela ajuda norte-americana para a sua entrada na Otan (Oraganização do Tratado do Atlântico Norte), a Romênia ofereceu bases e soldados de apoio para uma eventual guerra no Iraque.

O comandante norte-americano da base, coronel Steve Dreyer, disse que diariamente três ou quatro aeronaves estão chegando e partindo com equipamentos. Grandes aviões de transporte, como o C-130, o C-141 e o C-17 estão sendo usados. Por enquanto, não há planos para o uso de caças na operação.

Durante uma visita de jornalistas ao local, dez grandes aviões estavam estacionados na pista. As autoridades dizem que armas e tanques não estão sendo embarcados ali -apenas caminhões, tendas e geradores, entre outros itens.

Dreyer disse que a base de Sarafovo, perto da cidade búlgara de Burgas, também às margens do mar Negro, está sendo usada de maneira semelhante. Ele não deu detalhes, mas autoridades na Bulgária disseram que há cerca de cem soldados norte-americanos ali.

A Romênia e a Bulgária, candidatas a entrar na Otan, já manifestaram apoio incondicional aos Estados Unidos na crise com o Iraque, o que irritou alguns outros governos europeus. Os dois países, ambos ex-comunistas, esperam entrar para a União Européia em 2007.