Solana é contra ataque a usinas iranianas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 6 de fevereiro de 2005 as 18:55, por: cdb

O alto representante da Política Externa da União Européia, Javier Solana, declarou que um ataque militar às instalações nucelares do Irã seria “um erro”.

– Só iria complicar muito a situação – disse ele em entrevista ao canal de TV britânico ITV.

A declaração de Solana acontece após a secretária de Estado americana Condolleeza Rice ter dito que um ataque ao Irã:
– Não está nos planos dos Estados Unidos no momento.

Mas a secretária pediu que a Europa mostre “unidade” com Washington na oposição ao programa nuclear iraniano.

Acusações

O governo americano acusa Teerã de desenvolver armas nucleares, mas o Irã nega as acusações, insistindo que o programa nuclear do país tem apenas fins pacíficos.

A entrevista em que Javier Solana fala sobre o assunto vai ser transmitida neste domingo.
Ao ser perguntado sobre a declaração do vice-presidente Dick Cheney, no mês passado, de que Israel poderia bombardear as instalações nucleares do Irã sem aviso prévio, Solana disse:

– Acho que isso é algo que eu não gostaria de ver.

– Uma ação unilateral desta natureza não contribuiria para o que acredito ser o objetivo de todos… Não creio que, neste momento, seja válido pensar sobre isso – continuou ele.

O Irã está em negociações com a União Européia para a suspensão de todas as as atividades de enriquecimento de urânio – em troca de incentivos econômicos, políticos e tecnológicos.