Sine municipal vai qualificar 700 jovens pelo programa Brasil Sem Miséria

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 26 de março de 2012 as 12:50, por: cdb

23/03/2012 15h46 – Atualizado em 23/03/2012 15h46 Sine municipal vai qualificar 700 jovens pelo programa Brasil Sem Miséria Programa deve começar a funcionar em Imperatriz ainda no primeiro semestre (Foto : divulgação ASCOM)

 

Imperatriz vai implantar o programa Brasil Sem Miséria. O objetivo é dar qualificação profissional a 700 jovens, que devem, na sequencia, entrar no mercado de trabalho. O projeto será desenvolvido pela unidade municipal do Sistema Nacional de Empregos (Sine), mantida pela Prefeitura.

O Brasil Sem Miséria é desenvolvido em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Em Imperatriz, a ideia é que o programa seja implantado antes do próximo mês de junho.

A qualificação profissional é uma das prioridades da atual gestão municipal. Somente a Secretaria Municipal de Assistência Social (Sedes) qualifica, anualmente, cerca de duas mil mulheres nas mais diversas áreas. Atualmente, em parceria com o Ministério da Justiça, a Prefeitura oferece curso profissional para mais 100 jovens egressos do sistema penal, por intermédio do Programa de Proteção a Jovens em Território de Vulnerabilidade (PROTEJO).

O grande marco deste processo da abertura de vagas de trabalho para a juventude foi o convênio com o Ministério do Trabalho para a realização do Projovem Trabalhador. Ao fim do curso, 60% dos mil alunos foram empregados. Este número superou a meta do MTE, que era de 30%.

Sine

A qualificação profissional é uma das três frentes de atuação do Sine. As outras duas são a intermediação de mão de obra e a emissão de Seguro Desemprego. A unidade municipal do órgão foi inaugurada no último mês e é apontado como o principal motivo para a redução das filas na Delegacia Regional do Trabalho.

O coordenador do Sine municipal, o administrador Edjaílson Souza, garante que, diariamente, são atendidas cerca de 250 pessoas. Segundo ele, já são mais de 100 pessoas efetivadas no mercado. A qualificação profissional, através do programa Brasil sem Miséria, será a primeira oferta de cursos feita pela unidade.

O Sine foi construído em parceria entre a Prefeitura Municipal e o Ministério do Trabalho e Emprego, no ano passado.