Sindicatos italianos anunciam greve nos transportes 5a e 6a

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 9 de fevereiro de 2005 as 15:34, por: cdb

Seja um passeio de avião ou de trem, os viajantes italianos serão prejudicados nesta semana por dois dias de greves, organizadas por sindicatos que protestam devido às condições de trabalho, que, segundo eles, colocam em risco a segurança dos empregados.

As linhas aéreas sofrerão uma greve de quatro horas na quinta-feira, feita pelos funcionários de terra espalhados pelos aeroportos. Segundo o sindicato Sulta, a greve irá gerar longos atrasos para os passageiros.

Mas a greve da tripulação de cabine da Alitalia promete causar os maiores danos. A companhia anunciou o cancelamento de 141 vôos, a maioria deles internacional.

Os trabalhadores da rede ferroviária italiana ficarão em greve por 24 horas. Será a segunda greve nacional do setor neste ano por maior segurança no trabalho, depois de um choque de trens ter matado 17 pessoas em janeiro.

Foi o pior acidente do gênero do país em quase 25 anos e os funcionários disseram que poderia ter sido evitado se o governo gastasse mais com segurança.

O ministro dos Transportes da Itália, Pietro Lunardi, mandou os grevistas reduzirem seu protesto para apenas 8 horas, mas os sindicatos contatados pela Reuters informaram que manteriam a paralisação por 24 horas como previsto.