Siameses egípcios estão melhores e um já respira sozinho

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 20 de outubro de 2003 as 00:04, por: cdb

Os siameses egípcios separados em uma longa cirurgia há uma semana, Mohamed e Ahmed Ibrahim, melhoram e um deles já consegue respirar sem a ajuda de máquinas, segundo médicos do centro pediátrico de Dallas, local em que a operação foi realizada.

O médico James Thomas, chefe da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), disse que Mohamed Ibrahim começou a respirar sozinho por volta do meio-dia (hora local) e os pediatras estão “cautelosamente otimistas”, esperando que ele não precise voltar ao respirador.

Thomas disse que “Ahmed também está melhorando e talvez não precise mais do respirador amanhã”. “Uma vez que os dois gêmeos respirem sozinhos sem problemas, sua condição passará de crítica para de observação”, acrescentou.

Os siameses, que nasceram há dois anos em um povoado a 800 quilômetros ao sul do Cairo, estavam unidos por seus crânios e foram separados nos dias 11 e 12 de outubro em uma cirurgia que durou 26 horas.

Na sexta-feira, Ahmed sofreu contrações musculares involuntárias do lado direito, que não se repetiram, segundo os médicos. “A equipe de neurocirurgiões e os outros médicos estão muito satisfeitos como o progresso dos gêmeos até agora”, afirmou Thomas. “Entretanto, estas crianças ainda estão em uma fase crítica de sua recuperação”, lembrou.
 
Segundo os médicos, os meninos ainda estão muito fracos, mas a capacidade de movimento de suas extremidades está aumentando e suas respostas a estímulos verbais da família e da equipe médica também melhoram.