Seul quer ajudar Pyongyang com reabertura de ferrovia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de junho de 2006 as 07:44, por: cdb

A Coréia do Sul exigiu a retomada dos testes da ferrovia ligando sua capital com a da Coréia do Norte como condição para ajudar a indústria do país comunista, no fim da 12ª reunião econômica entre representantes dos dois lados.

Segundo fontes oficiais, o encontro de quatro dias na ilha sul-coreana de Jeju, foi encerrado com um comunicado conjunto. Os dois países acertaram “para quando as condições amadurecerem”, um acordo sobre a cooperação na indústria leve e no desenvolvimento de recursos naturais.

Foi o primeiro encontro entre os dois países desde que Pyongyang cancelou, de surpresa, os testes da ferrovia que devia unir os dois territórios após 55 anos de distanciamento.

O regime norte-coreano atribuiu o cancelamento à falta de acordo entre os militares dos dois lados para garantir a segurança das pessoas e “as condições instáveis” no Sul.

O porta-voz da delegação sul-coreana, Kim Chun-Sig, explicou que seu país vai oferecer matérias-primas para móveis, calçados e sabão, avaliados em US$ 80 milhões. Mas somente quando os testes do trem, cuja data limite foi fixada para agosto, forem reiniciados.

A próxima reunião econômica será em setembro em Pyongyang, disseram as mesmas fontes.