Servidores do INSS encerram greve no Rio

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 26 de outubro de 2006 as 09:48, por: cdb

Termina nesta quinta-feira a greve de 48 horas dos servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A paralisação é em protesto às prisões de 40 servidores da Previdência no Rio, presos durante a Operação Anos Dourados da Polícia Federal, realizada no último dia 19. Dos 40 presos sob suspeita de fraudes, 37 já foram liberados pela Justiça por falta de provas.

Os servidores reivindicam mudanças nos critérios de distribuição de senhas do sistema operacional do INSS. Quando a Dataprev envia a senha para um servidor da Previdência, pelo menos cinco pessoas tiveram acesso a ela. O que eles querem é um sistema de cadastramento de senha seguro, a que somente o servidor tenha acesso.

Para encerrar a paralisação, os funcionários marcaram ato público para as 13 horas, em frente à Superintendência da Polícia Federal, na Praça Mauá, em repúdio às prisões.

– O que nós estamos exigindo são medidas para impedir que os servidores sejam colocados nessa situação. Por exemplo, cada servidor da Previdência que vai conceder um benefício tem uma senha, essa senha é enviada a ele pela Dataprev [serviço de processamento de dados da Previdência]. Antes que a senha chegue a ele, pelo menos cinco pessoas têm acesso a essa senha. Quem é que tem moral para dizer, quando o benefício é fraudado, se foi um servidor do órgão? -, indagou.