Serraglio: Fundos podem ter alimentado esquema de corrupção

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 6 de dezembro de 2005 as 21:52, por: cdb

Relator da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios, o deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) disse, nesta terça-feira, que os fundos de pensão podem ser outra fonte de recursos que alimentavam o esquema do empresário Marcos Valério de Souza ou mesmo outro esquema, ainda desconhecido.

– Estas corretoras podem alimentar um outro esquema. Há uma possibilidade muito forte destas corretas serem uma outra fonte de alimentação – afirmou o relator.

A CPMI dos Correios vai investigar as corretoras que operam com os 14 fundos de pensão que tiveram seus dados analisados para saber se elas alimentaram ou não algum esquema de desvio de recursos para partidos políticos. Segundo Serraglio, este esquema não era necessariamente aquele operado pelo empresário Marcos Valério de Souza.

Serraglio disse que, após a prestação de contas feitas hoje pelo sub-relator de Fundos de Pensão, deputado Antônio Carlos Magalhães Neto (PFL-BA) os parlamentares da CPMI votarão, amanhã, a convocação de representantes dos fundos de pensão e das corretoras.

Na opinião do parlamentar, a investigaçao das empresas de auditoria privadas sobre os fundos de pensão abre uma nova frente de investigações.

– É um campo novo, diferente e até onde se sabe nunca investigado. É onde mais se mexe com fortunas – afirmou Serraglio.