Seqüestro e morte de jovem é desvendado em São Bernardo do Campo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 29 de outubro de 2003 as 04:39, por: cdb

De acordo com a polícia civil de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, foi possível o esclarecimento do seqüestro e da morte da agente de viagem Érika Alcântara Padetti, de 22 anos, através da prisão da analista de recursos humanos Leimara Cristiane da Silva, de 27 anos.

Érika foi seqüestrada na última quarta-feira em São Caetano do Sul, no ABC Paulista, quando se dirigia para o trabalho. 
 
No domingo, ela foi encontrada enforcada e com vários sinais de agressão na represa Bilings, perto da rodovia dos Imigrantes, em São Bernardo do Campo.
 
Pelo que a polícia apurou o crime foi por engano e ao mesmo tempo teve motivação Passional. O co-autor do crime, que também foi preso, é o analista de recursos hmanos Rinaldo Nogueira Campos, de 37 anos. Ele foi noivo da acusada, Leimara, e atualmente namorava a irmã de Érika, Fabíola Padetti, de 24 anos.
 
De acordo com a polícia, o alvo do seqüestro seria Fabíola, mas os seqüestradores não conseguiram trocar as vítimas. Além de Rinaldo e Leimara, outras quatro pessoas foram presas.