Separatistas incendeiam refinaria e matam três pessoas

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 9 de março de 2003 as 13:45, por: cdb

Guerrilheiros separatistas mataram três pessoas e realizaram vários ataques depois de incendiar com disparos de morteiro um tanque com cinco milhões de litros de combustível, informou neste domingo a imprensa indiana.

O fato ocorreu no sábado na refinaria de Digboi, no estado de Assam, no noroeste da Índia.

A Frente Unida de Libertação de Assam (ULFA) assumiu a autoria do atentado da madrugada de sábado contra a refinaria, que não deixou vítimas. Mais tarde, os membros do grupo atacaram o povoado de Rangjuli, habitado por imigrantes de outros países, deixando um saldo de três mortos e vários feridos.

O estado indiano de Assam, com território de 78 mil quilômetros quadrados e 26 milhões de habitantes, é rico em petróleo e nele atuam vários grupos guerrilheiros que defendem a independência ou uma maior autonomia, além dos direitos dos grupos tribais autóctones.

Segundo a agência indiana PTI, o líder da ULFA, Peresh Baruah, disse, em ligação a um meio de comunicação local, que seus “rapazes explodiram o tanque e o gasoduto, e têm ordens de prosseguir os ataques nos próximas dias”.

A ULFA lembra todos os anos a data de 16 de março, denominado “Dia do levante” contra o Estado Central indiano, e perto desta data seus militantes costumam executar ações armadas e atentados.

Na última sábado, além do atentado contra a refinaria e o ataque a Rangiuli, os rebeldes também explodiram parte de um gasoduto perto de Digboi, e dispararam contra um posto policial e um quartel militar sem causar vítimas.

O incêndio do tanque, localizado na refinaria no centro de Digboi, teve labaredas que chegaram a 100 metros de altura, e durou mais de 24 horas. O fogo só se apagou esta madrugada, com o fim do combustível armazenado no depósito.

Durante todo o dia, a coluna de fumaça que saía do local “pôde ser vista a muitos quilômetros de distância”, disse um porta-voz da polícia local. Ele afirmou ainda que os bombeiros e outros setores conseguiram evitar a propagação do fogo para outros tanques próximos.

A refinaria de petróleo de Digboi, criada em 1901, foi a primeira a ser construída na Ásia na época da dominação britânica da Índia, e processa 650 mil toneladas de petróleo por ano.