Senadores defendem debate sobre uso de armas não-letais em manifestações públicas 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 1 de março de 2012 as 10:19, por: cdb

Alertas sobre o risco de politização dos debates pontuaram audiência pública da Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), nesta quinta-feira (1), que tratou dos eventuais excessos da Polícia Militar em ações de desocupação de terras e imóveis invadidos no Acre e no confronto com estudantes mobilizados contra aumento de passagens de ônibus no Piauí. O presidente da CDH, senador Paulo Paim (PT-RS), foi o primeiro senador a fazer essa advertência, reforçada pelo senador Aloysio Nunes (PT-SP).

Ao final do encontro, Paim concordou com a sugestão de Aloysio Nunes de que a CDH abra o debate sobre a regulamentação do uso de armas não-letais, como balas de borracha, em intervenções policiais na contenção de manifestações públicas. O senador Wellington Dias (PT-PI) também afirmou a necessidade de a Polícia Militar de todos os estados terem uma estrutura qualificada para lidar com situações envolvendo os movimentos sociais.

Mais informações a seguir

Da Redação / Agência Senado