Senado resolve investigar ACM sobre grampos na Bahia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 18 de março de 2003 as 19:34, por: cdb

Por nove votos favoráveis e seis contrários, o plenário do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar decidiu, nesta terça-feira, acatar o pedido de sindicância, formulado pelo Partido dos Trabalhadores, sobre a suposta participação do senador Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) na interceptação telefônica ilegal (grampos) na Bahia. Na ocasião, o presidente do colegiado, senador Juvêncio da Fonseca (PMDB-MS), designou como relator do procedimento investigatório o senador Geraldo Mesquita Júnior (PSB-AC) e anunciou a disposição de colher os depoimentos, já nesta quinta-feira (20), às 10h, para definição da agenda de trabalho.