Senado celebra os 30 anos da ordem DeMolay 

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 21 de março de 2011 as 10:41, por: cdb

Leia mais

Mozarildo destaca valores defendidos por Ordem DeMolay

Em sessão especial realizada na manhã desta segunda-feira (21), o Senado celebrou os 30 anos de atuação no Brasil da Ordem DeMolay, entidade filosófica ligada à Maçonaria para transmitir seus princípios a jovens do sexo masculino de 12 a 21 anos de idade.

Solicitada pelo senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), foi a primeira vez que o Senado realizou essa homenagem. Seis representantes da Maçonaria discursaram durante a sessão, destacando os princípios de fraternidade, filantropia, respeito filial e amor à pátria defendidos pela instituição.

Foram também esses os valores sublinhados por Mozarildo Cavalcanti, primeiro orador da sessão, que chamou a atenção para o papel da Ordem DeMolay na construção de uma sociedade mais justa, mais igual e mais fraterna.

Jovens da Ordem DeMolay participaram da homenagem no plenário

– Os jovens integrantes dessa ordem aprendem os princípios que norteiam um cidadão preocupado com a família, a sociedade e a pátria. Os jovens da ordem DeMolay podem até não entrar depois na Maçonaria, mas estarão preparados, porque esta é uma instituição que forma líderes capazes de servir à comunidade e ao país – disse o senador pouco antes de abrir a sessão.

Compuseram a Mesa dos trabalhos, presidida por Mozarildo Cavalcanti, os maçons José Eduardo de Miranda, secretário-geral do Grande Oriente do Brasil; Alberto Mansur, fundador da Ordem DeMolay no Brasil; Yhuri Guimarães, representando o grande mestre nacional do Supremo Conselho da Ordem DeMolay no Brasil; Jafé Torres, grão-mestre do Grande Oriente do Distrito Federal; Wilson Júnior, grão-mestre do Supremo Conselho da Ordem DeMolay para o Brasil; e Max Rodrigues Pereira, grande inspetor-geral da Ordem no Brasil.

Teresa Cardoso / Agência Senado