Senado aprova jornada de oito horas para ensino fundamental

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado terça-feira, 14 de novembro de 2006 as 18:46, por: cdb

Foi aprovado por unanimidade pela Comissão de Educação do Senado, nesta terça-feira, o projeto de lei que institui a jornada de tempo integral no ensino fundamental – que vai da 1ª a 4ª série. Pela proposta, o estudante deverá permanecer oito horas na escola, incluindo tempo para as refeições. Também estão previstas atividades de acompanhamento pedagógico, oficinas culturais, recreativas e esportivas.

Na jornada integral, que é adotada também nos Estados Unidos e em diversos países da Europa, pelo menos cinco horas deverão ser de trabalho em sala de aula. Atualmente, no Brasil, o estudante fica quatro horas na escola.

Durante a discussão da proposta, o senador Marcos Guerra (PSDB-ES), autor do projeto, observou que a proposta contribuirá para “retirar os meninos das ruas” e colocá-los nas salas de aula. Por sua vez, o senador Marco Maciel (PFL-PE) considerou “um avanço” a aprovação do projeto, já que, com a implantação do ensino em tempo integral, o Brasil estaria “seguindo as pegadas de países que hoje estão no primeiro mundo”.

Se a proposta entrar em vigor, os sistemas de ensino terão cinco anos para implantar a jornada integral. O projeto ainda precisa ser aprovado pela Câmara dos Deputados.