Semtabes realiza com sucesso mais uma etapa do Mercado Cidadão

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 28 de março de 2012 as 13:08, por: cdb

Mais uma edição do projeto Mercado Cidadão, promovido pela Secretaria Municipal de Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes), foi realizada nesta quarta-feira (28), desta vez em Jaraguá. Permissionários, moradores e frequentadores do mercado foram beneficiados com ações de cidadania que buscam ajudar a população.
Foram realizados cortes de cabelo pelo Senac, emissão de CPF pelo Banco do Brasil (BB) e de carteira de trabalho pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego. “Estava assistindo a um programa na TV, hoje pela manhã e fiquei sabendo da ação. Aproveitei e vim tirar meu CPF. É muito bom ter essas ações perto da gente”, disse Maycdowell Oliveira, de 13 anos.
A distribuição de 60 mudas de plantas dos tipos jambo, mangueira, pitangueira, brinco-de-viúva, araçá e espirradeira foi feita pela Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma). As vacinas – antitetânica, contra hepatite B e tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) – foram aplicadas por técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).
A permissionária Neide Maria Benite, que possui um restaurante no mercado de Jaraguá, aproveitou para se prevenir contra a hepatite B. “Acho ótimo quando o projeto vem aqui para o mercado. Como não tenho tempo para atualizar minhas vacinas, aproveitei a ocasião, que é muito boa e ajuda a população”, afirmou.
Como ocorreu nas edições anteriores, a banda do 59° Batalhão do Exército também se apresentou no evento. A Vigilância Sanitária Municipal (Visa) deu orientações educativas sobre os cuidados que devem ser tomados na comercialização de pescados para o feriado de Semana Santa. Foram distribuídas cartilhas informativas com dicas de como comprar, conservar e congelar peixes, moluscos e crustáceos.
Uma exposição de produtos artesanais e de alimentos provenientes da soja foi feita pelos empreendimentos e assessorias do Conselho Municipal de Economia Solidária (CMES), que mantém projetos no Porto de Maceió – “Economia Solidária no Porto” – e na orla do bairro Ponta Verde – “ExpoSolidária”.