Seminário discute educação e tecnologia na Amazônia

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quinta-feira, 28 de junho de 2012 as 05:58, por: cdb

Divulgação/Governo do AmazonasEspecialistas vão apresentar medidas para ampliar a produção de conhecimento sobre a Amazônia.

Três comissões da Câmara promovem hoje o seminário “Educação, Ciência e Tecnologia na Amazônia”. Diversos especialistas foram convidados para fazer um diagnóstico sobre o tema e apresentar sugestões para ampliar a produção de conhecimento sobre a Amazônia e sua aplicação no desenvolvimento sustentável da região.

“Nosso país não tem hoje capacidade autônoma para o conhecimento de sua diversidade biológica”, disse o deputado Sibá Machado (PT-AC), que sugeriu o debate.

Para o deputado, é necessário avaliar as dificuldades do ensino, da produção e da difusão de conhecimento e de tecnologias na Amazônia e apontar as medidas para superá-las. “A importância da educação, da produção e da difusão de ciência e tecnologia é tão óbvia quanto o reconhecimento da importância estratégica da Amazônia para o País.”

O evento será promovido pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; de Educação e Cultura; e da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional. O debate foi sugerido por Sibá Machado e pelo deputado Henrique Afonso (PV-AC).

O seminário será realizado das 9h30 às 12h30, no Plenário 13.

Convidados
Os palestrantes convidados são:
– a presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Helena Nader;
– o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Glaucius Oliva;
– o presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Jorge Almeida Guimarães;
– o presidente do Conselho Nacional de Secretários Estaduais para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti), Odenildo Teixeira Sena;
– o presidente do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), Mario Neto Borges;
– o secretário de Educação e da Qualidade de Ensino do Amazonas, Gedeão Timóteo Amorim;
– o diretor do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Adalberto Luis Val;
– o diretor-geral do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (Naea) da Universidade Federal do Pará (UFPA), Armin Mathis;
– o presidente do Fórum de Reitores das Instituições Federais de Ensino Superior da Região Norte, Carlos Edilson de Almeida Maneschy;
– a presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Cleuza Rodrigues Repulho;
– o representante da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a
Cultura (Unesco) no Brasil, Lucien André Muñoz;
– o diretor-presidente da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Pedro Antonio Arraes Pereira;
– o diretor do Museu Paraense Emílio Goeldi (Mpeg), Nilson Gabas Jr.

Da Redação/PT