Sem-terra ocupam quatro fazendas em Pernambuco

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado domingo, 28 de março de 2004 as 13:39, por: cdb

Cerca de duas mil famílias de trabalhadores sem-terra, ligadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), ocuparam neste domingo quatro fazendas nas cidades de São Lourenço, Garanhuns, Bonito e Pesqueira, no interior de Pernambuco. No sábado, três fazendas no Agreste e no Sertão também foram invadidas, mas não houve confronto. Atualmente Pernambuco tem 18 mil famílias acampadas.

A fazenda invadida em São Lourenço pertence ao grupo Votorantin, do empresário José Ermírio de Moraes. A situação é tensa no local, já que os seguranças armados ameaçam expulsar os invasores.

O líder do MST na região, Jaime Amorim, afirmou que até 17 de abril estão programadas mais 25 invasões de áreas improdutivas no estado. Ele disse que a estratégia tem o objetivo de pressionar o governo federal para que acelere o processo de reforma agrária. Além disso, os militantes querem lembrar os sete anos do massacre de Eldorado de Carajás, no Pará, quando 19 trabalhadores foram assassinados.