Seleções do continente africano não serão favorecidas diz a CAF

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado sexta-feira, 10 de outubro de 2003 as 02:18, por: cdb

A Confederação Africana de Futebol (CAF) garantiu que não favorecerá qualquer seleção do continente na disputa para sediar a Copa do Mundo de 2010, informaram fontes oficiais.
África do Sul, Marrocos, Egito e Tunísia/Líbia brigam pelo sonho de se tornar a primeira nação africana a abrigar a competição.

O porta-voz da CAF, Sulaiman Habuba, disse que, apesar das pressões sobre o futebol do continente para diminuir o número de países candidatos à sede, todos permanecerão na briga e a Fifa é quem vai decidir pelo melhor projeto.

– Para nós da CAF, a coisa mais importante é que a Copa do Mundo seja disputada na África pela primeira vez – disse Habuba.

– Isso foi conquistado através de um duro trabalho e da boa vontade de nossos quatro fortes membros no comitê executivo da Fifa, que foram capazes de arrancar o comprometimento de outros integrantes do corpo da entidade –  ressaltou.

– É por isso que não haverá favorecimento a qualquer país e caberá a cada um deles a tarefa de convencer os 24 membros do comitê executivo da Fifa de que preenchem todos os requisitos para sediar o Mundial – acrescentou.

– Nos continuaremos desempenhando um papel paternal com todos os países que estão na disputa para ser a sede do Mundial. Só depois da escolha, veremos com atenção como tudo se encaminha – completou.

Habuba também ridicularizou os rumores de que a Copa do Mundo de 2010 na África será um grande fracasso financeiro.

– Nós podemos ter uma economia em desenvolvimento, mas assim como o México e a Argentina tiveram sucesso sediando o evento, nós também teremos – afirmou.

– Independente de tudo que as pessoas possam falar, acho que nosso continente merece a chance de ser o anfitrião, pelo menos uma vez, do resto do Mundo – disse Habuba.
 
– A Copa significa que por mais de um mês todas as atenções do planeta estarão na África – completou.