Seleção foi dividida em três, diz Zagallo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado quarta-feira, 25 de junho de 2003 as 12:45, por: cdb

No desembarque de parte da delegação da Seleção Brasileira no Rio de Janeiro, na manhã desta quarta-feira, o coordenador técnico Zagallo manteve a sua confiança e reforçou o discurso de que o mais importante é a conquista do hexacampeonato mundial, na Alemanha, em 2006. Segundo ele, o time que foi eliminado da Copa das Confederações, na França, representa apenas um terço da equipe que disputará as Eliminatórias.

– A Seleção foi dividida em três partes. Nessa base, uma parte estava no Real Madrid e o Gilberto (Silva) em Londres. A outra foi à Copa das Confederações e a terceira uma parte dela jogará hoje pelo Santos. O objetivo, logicamente, era vencer, mas muitas vezes dentro das derrotas é que se encontram os melhores caminhos – afirmou Zagallo.

Além de Zagallo, desembarcaram no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, o goleiro Fábio, o atacante Adriano, o lateral-esquerdo Gilberto e o zagueiro Juan. Segundo Adriano, não se pode desanimar: “Faltou um pouco de atenção, mas temos de erguer a cabeça e seguir em frente.”

Quem desembarcou junto com a Seleção foi o atacante Ronaldo, do Real Madrid, mas de mau humor, o jogador não quis dar entrevistas e seguiu direto para o carro onde sua mãe, Sônia Nazário, o esperava. Ele, que passará alguns dias de férias no Rio de Janeiro, afirmou que antes de viajar dará uma entrevista coletiva.