Segundo Marta Suplicy, eleição já começou em São Paulo

Arquivado em: Arquivo-CdB
Publicado segunda-feira, 15 de setembro de 2003 as 00:54, por: cdb

A eleição do próximo ano já começou, na avaliação da prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), candidata à reeleição.
 
Por esse motivo, ela acredita que algumas de suas principais obras estão sofrendo embargos nas construções – caso do corredor de ônibus da avenida Rebouças e do auditório do Parque do Ibirapuera – para não serem inauguradas antes da eleição.

– Não tenho nenhuma dúvida de que a campanha municipal já teve início, pois tudo o que é iniciativa interessante da Prefeitura, que muda a cidade, beneficia moradores e tem impacto político está sendo interrompido sistematicamente – disse a prefeita, após participar da abertura da ‘5ª Bienal Internacional de Arquitetura e Design’, no Pavilhão da Bienal no Parque do Ibirapuera.

A construção do corredor exclusivo de ônibus foi proibida por determinação do juiz Luciano Fernandes Gaglianoni, da 4ª Vara da Fazenda Pública, ao conceder liminar a uma ação popular proposta pelo vereador Gilberto Natalini (PSDB). Já as obras do auditório de 4.870 metros quadrados no Ibirapuera estão suspensas por determinação do Conselho Superior do Ministério Público.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), também presente na abertura do evento, criticou o posicionamento da prefeita e negou que o processo eleitoral tenha se iniciado.
 
– Para nós, campanha eleitoral é tema proibido. A gente precisa dar um salto de qualidade na política e não antecipar o processo sucessório – afirmou.

O governador reiterou, ainda, que o PSDB não tem nenhuma pressa para estabelecer seu candidato ao pleito municipal.
 
– Não podemos estar em campanha porque nem temos candidato. Quem é o candidato do PSDB? Não temos pressa. Sou anestesista, sei controlar a ansiedade e não há razão para estresse – ironizou.